READING

Moda gestante: itens essenciais pra você investir

Moda gestante: itens essenciais pra você investir

Se tem algo mais chatinho que as azias e mau estar da gestação é, com certeza, encontrar o look certo e confortável. Na primeira gestação, antes da pandemia, tinha vantagem de usar vestidos, sair de casa, poder pechinchar e encontrar opções que fossem atender bem os nove meses – ou melhor, parte deles já que no começo tudo continua servindo né?

Eis que a pandemia já trouxe um novo jeito de vestir e mesmo antes de estar grávida já fui atrás de roupas comfy e opções bacanas para encarar um home office + maternidade sem pijamas rsrs e com a gestação, os cuidados ficaram duplicados e as saídas de casa pela metade, ou seja, mais roupas confortáveis foram necessárias.

Eu tinha apenas uma legging de grávida de 2017, quando estava esperando o Raul, mas descobri que uma era pouco demais. Então corri encontrar mais uma opção, depois mais uma e acho que agora – chegando no mês sete, o número 3 é suficiente, uma no corpo, uma secando e uma pra lavar rsrs investi também numa bermuda gestante, o que, confesso, virou muito mais coringa do que eu imaginava pois afinal é fresh & comfy… além disso apostei em novas calcinhas gestante, as quais usei muito na primeira gravidez e – milagrosamente – não foram mais encontradas nesta residência de onde vos escrevo rsrs

Por último, um acessório muitíssimo útil pra mim foi a cinta segura-a-barriga (sei lá como se chama de verdade, mas deixei o link pra comprar aqui embaixo).

E blusas? Ah, é um se vira nos 30 aqui, regata justinha com camisa que não fecha mais, vestido que vira terceira peça, camiseta do marido pra dentro da legging… definitivamente esta não foi uma questão na primeira nem nesta gestação 😉

 

 

Photo by Ömürden Cengiz on Unsplash


INSTAGRAM
NOS SIGA PRA MAIS EXPERIÊNCIAS